Apartamento novo ou apartamento usado: qual a melhor escolha para mim?


Ao programar a compra de um imóvel e dar o primeiro passo em direção à casa própria, surge sempre a mesma dúvida: vale a pena comprar um apartamento novo ou usado?

Já informo que não há uma resposta certa ou errada, existe aquela que mais se adequa a situação de cada pessoa. Se você está com esta dúvida, nós podemos te ajudar.

Leia este artigo e descubra quais as vantagens e desvantagens de cada transação e esclareça suas dúvidas sobre comprar um apartamento novo ou um apartamento usado.

O que levar em consideração na hora de escolher um apartamento

Se você deseja comprar um imóvel, a primeira coisa a ser feita é um planejamento financeiro. Se a sua intenção é comprar à vista, você pode fazer um plano de ofertas para conseguir um bom desconto.

Lembrando que quem possui dinheiro em mãos tem a vantagem de um alto poder de barganha. Mas se sua intenção é comprar um apartamento parcelado ou por meio de financiamento bancário, fique atento à organização financeira.

Coloque todas as suas necessidades no papel e defina o quanto você tem disponível todos os meses para destinar à compra do seu apartamento.

Nas compras de apartamentos na planta, com pagamento diretamente à construtora, é possível parcelar em menos vezes com valores mensais de parcelas maiores.

Após levantar os dados financeiros do seu poder de compra e descobrir o valor do imóvel que você conseguirá investir, é o momento de pensar nas características do apartamento.

Infraestrutura

Geralmente os apartamentos antigos possuem plantas maiores, porém menos infraestrutura e maiores taxas de manutenção.

Se você possui filhos, por exemplo, é interessante buscar um imóvel com área de lazer ou próximo a praças e parques.

Localização

A localização é um fator que sempre deve ser levado em conta na compra do imóvel próprio. Avalie se é perto do seu trabalho, da escola dos seus filhos, se possui comércio próximo e quais as facilidades do bairro.

Pense a respeito do quanto você irá gastar com combustível, ônibus ou outros meios de transporte. A infraestrutura das ruas e a segurança do local também são importantes.

Tamanho do apartamento

Quanto ao apartamento em si, defina se prefere uma planta maior ou mais compacta. O seu estilo de vida e o número de moradores do apartamento também ajudam na definição das características do imóvel.

Para famílias com 1 ou 2 filhos é possível investir em apartamentos com 2 quartos. Já para famílias com mais filhos ou que precisam de um home office, é interessante pensar em um imóvel com mais cômodos.

Fique atento também a movimentação das ruas próximas e ao barulho. Acredite, um local barulhento pode ser um pesadelo para quem busca tranquilidade e silêncio.

Para os mais detalhistas aspectos físicos e estruturais devem ser notados, como umidade, rachaduras, incidência de sol, idade do prédio, infraestrutura para ar condicionado, gás, TV a cabo e rede elétrica.

Analise o que é prioridade para você e para sua família. Leve isso em consideração ao escolher um apartamento.

Novo ou usado: qual a melhor opção?

Esta é uma dúvida frequente para aqueles que buscam investir em um apartamento. Como citamos acima, o primeiro passo é organizar a sua vida financeira e decidir como deseja comprar seu imóvel.

Apartamento novo

Imóveis novos, na planta, têm facilidade de pagamento, pois de acordo com cada simulação de financiamento é possível definir um valor de entrada.

A vantagem de imóveis na planta é que, geralmente, a entrada pode ser parcelada até a entrega das chaves.

Para quem deseja parcelar com juros menores também é interessante a compra de um imóvel recém-entregue ou na planta. Isso porque muitas construtoras aceitam parcelamento direto, sem passar pelo banco.

Em alguns casos esta forma de pagamento também é aceita por proprietários em imóveis usados.

Para quem deseja comprar um imóvel pelo Programa Minha Casa Minha Vida a opção também é de um apartamento novo.

Muitas pessoas não sabem, mas para que o crédito seja aprovado no programa, além das características financeiras e idade do comprador, o imóvel deve ser novo ou ter até 3 anos e você deverá ser o primeiro proprietário.

Entre outras vantagens, comprar um imóvel novo permite ter um apartamento sem vícios, com boa estrutura e que provavelmente você estará entre os primeiros donos.

Em alguns casos é possível também modificar as paredes do apartamento ainda na planta, na fase de construção, adaptando melhor a estrutura interna ao que você precisa.

Para aqueles que optarem pelo financiamento bancário, em geral, pagarão juros menores nos imóveis novos.

Apartamento usado

Mas os imóveis usados também têm suas vantagens. Geralmente os mais antigos possuem plantas maiores, como já falamos acima.

Além disso você já consegue visitar o apartamento pronto e ter uma noção exata do espaço e daquilo que está sendo oferecido. Você não será surpreendido negativamente quanto ao espaço interno.

Outra vantagem é que muitos imóveis usados possuem móveis e peças básicas em seu interior, como registros, pias e até armários.

Quanto mais antigo for o apartamento mais barato ele tende a ser. A consequência é um poder de negociação ainda melhor em relação ao preço final.

Se for um apartamento semi mobiliado o gasto na mudança será ainda menor, já que não precisará instalar itens básicos.

Mas dependendo da conservação do apartamento os gastos podem ser maiores caso haja necessidade de reforma, troca de pisos, nova pintura, investimento na rede elétrica, entre outras melhorias.

Conclusão: escolha o que melhor se encaixa ao seu perfil e de sua família

Se você está em busca do apartamento perfeito, analise tudo o que procura e o quanto pretende investir.

Coloque tudo no papel, veja o tipo de imóvel que se adequa ao que você e sua família precisam e conte com o auxílio de uma imobiliária de confiança.

E aí, já decidiu se prefere imóvel novo ou usado? Conta para a gente nos comentários.


Tire suas dúvidas